Estudos de Opinião e Sondagens

A característica mais nobre de um político é tomar decisões. Mas como poderá fazê-lo sem ter a informação adequada?

Através do IPOM – Instituto de Pesquisa de Opinião e Mercado, nosso associado e registado na ERC, realizamos todo e qualquer tipo de sondagem de opinião.

 

O que são as sondagens de opinião?

As sondagens de opinião são um método de investigação que nos ajuda a obter informação sobre a população, através de uma amostra específica da mesma.

Estas são concetualizadas para representarem o universo ou população em estudo e, para isso, os indivíduos que respondem às sondagens são normalmente selecionados através de um método aleatório.

A informação recolhida pelas sondagens permite fazer inferências sobre a população uma vez que, através de rigorosos procedimentos estatísticos, fornecem informação com um determinado nível de confiança, normalmente 95%. Se uma sondagem der um intervalo de confiança de 32% a 38% isso quer que se repetíssemos a sondagem, por ex, 100 vezes, em 95% das vezes o valor obtido estaria neste intervalo. Nas restantes 5% das vezes seria obtido um valor extremo fora deste intervalo, valor que tem muita probabilidade de ter sido obtido por acaso não sendo o real.

Para que não exista risco de fornecer informação errada, é necessário ter total conhecimento da probabilidade de cada elemento da população ser entrevistado. Deveremos ainda escolher entre as várias formas que existem para recolher a informação (entrevista pessoal, telefónica ou pela internet) a que melhor permite reduzir o risco de recolha de informação.

 

Para que servem as sondagens de opinião?

Uma sondagem que se realize através de um método representativo permite conhecer, de forma instantânea, tipo fotografia, quais são as preferências da população num determinado momento do tempo, ou seja, qual é a tendência da opinião da população.

Ao permitir conhecer a opinião dos cidadãos face a determinados temas sensíveis que possam ser abordados pelos políticos ao longo de um mandato ou de uma campanha eleitoral, as sondagens ajudarão a elaborar ou ajustar estratégias políticas e de comunicação política.

Servem, também, para consciencializar os cidadãos e para lhes dar ferramentas que os permitam formar uma opinião consistente sobre uma determinada problemática ou sobre o panorama eleitoral. Desde modo, as sondagens deixam ao libre arbítrio do cidadão a opção de uma postura pelo lado perdedor ou pelo lado ganhador.

Por tudo isto, as sondagens de opinião revelam-se de crucial importância para quem pretenda elaborar e coordenar uma campanha eleitoral. Em suma, dir-se-ia que são um instrumento poderoso e que deve ser tratado com todo o cuidado por profissionais.

Na sociedade atual, extremamente competitiva, fazer uma sondagem por profissionais com qualidade tem sempre um custo. Porém o preço de não saber ou possuir informação é imprevisível. É necessário ter informação para tomar decisões adequadas.

aspas

Os estudos de opinião e sondagens são um instrumento fundamental para um bom planeamento.

aspas